Desde 1952, a cada dez anos a revista Sight and Sound publica uma lista atualizada dos melhores filmes de todos os tempos. Ela é votada por diretores de cinema, programadores de festivais, críticos, pesquisadores e profissionais diversos do campo do cinema, seja no âmbito prático ou teórico. Cidadão Kane, filme de estreia do cineasta americano Orson Welles, ficou com o primeiro lugar em cinco dessas listas, reinando supremo como o “melhor filme de todos os tempos”. Nesse meio tempo, houve um debate ferrenho sobre quem é o real autor do filme.

Isso significa que estamos falando de um diretor secreto…


O ano era 2017 e eu estava assistindo à minha segunda aula de linguagem fílmica na Escola de Cinema Darcy Ribeiro, dada pelo diretor lendário do Cinema Novo Ruy Guerra. A primeira aula consistiu em várias divagações sobre Wittgenstein e sobre como o professor levava o estudo de cinema à sério, não admitindo alunos incapazes de demonstrar a mesma dedicação, razão principal de ter reprovado quase todo mundo no semestre anterior. …


Dah (Isaach De Bankolé) e Jocelyn (Alex Descas) são imigrantes de etapas diferentes do colonialismo tentando a sorte na França formando uma equipe especializada em rinhas de galo. Enquanto o primeiro vem do Benin, uma colônia na África, o segundo vem do Caribe, um legado da diáspora africana e da escravidão. Interessados em conseguir dinheiro rápido, os dois entram numa sociedade com Pierre, francês branco dono de um restaurante à beira de estrada na França, para operar nos fundos do estabelecimento, Dah como o responsável pelas transações financeiras e Jocelyn o treinador.

Pierre ao longo do filme dá pistas de…


Poucas figuras do cinema internacional possuem uma discrepância tão grande entre os motivos para sua fama em sua terra natal comparado ao resto do mundo quanto Takeshi Kitano. Para fãs de cinema no ocidente, o ator/diretor japonês é uma figura digno de culto devido a seus filmes de yakuza extremamente violentos e niilistas, além de seu estilo minimalista de atuação. No Japão, contudo, ele é uma figura lendária da comédia pastelão, ajudando a popularizar o estilo conhecido como manzai além da cidade de Osaka, tornando-se assim um Leandro Hassum nipônico.

Seu primeiro filme como diretor, Violent Cop, originalmente era para…


Existe um elefante num zoológico em Manzhouli que passa seus dias sentado quieto. Não importa o quanto ele é empurrado ou até mesmo agredido, continua quieto. É assim que somos recepcionados nessa jornada por um dia na vida de várias personagens diferentes vivendo no marasmo de uma cidade no norte da China. Seus caminhos se cruzam por circunstâncias extraordinárias ou cotidianas, mas todas compartilham o mesmo senso de vazio existencial e perda iminente.

Wei Bu é de uma família pobre e descobre que sua escola, a pior da cidade, vai fechar. Ele e seu melhor amigo Li Kai estão sendo…


Lav Diaz é um cineasta filipino cuja filmografia parece feita inteiramente para pegar todas as convenções desenvolvidas durante os quase 100 anos da sétima arte antes dele começar a dirigir e mostrar que é possível fazer o oposto em toda oportunidade e ainda assim ter um filme notável. Sua câmera quase nunca se move. Cenas são construídas em torno de planos abertos estáticos. Os poucos cortes acontecem geralmente entre cenas, como nos primórdios do cinema. E seus longas metragens são longos.

A Mulher Que Se Foi, vencedor do Leão de Ouro no Festival de Veneza de 2016, começa numa prisão…


Esse texto é parte de uma série que tentarei manter por aqui chamada The Winner’s History of Film, sobre os maiores vencedores do cinema na década passada.

Creio ser possível contar em uma mão a quantidade de filmes indicados ao Oscar de Melhor Filme na década de 2010 que tiveram o mesmo impacto de A Rede Social nas bilheterias e na cultura em geral. Lançado justamente no momento de ascendência mundial do Facebook e o reconhecimento de Mark Zuckerberg como não só uma das figuras mais consequentes da sociedade em nosso tempo, é extremamente raro um filme hollywoodiano capturar o…


Você sabe que um fã de Christopher Nolan quer realmente se mostrar conhecedor da sétima arte quando começa a falar sobre como A Origem é realmente sobre o processo de criação de um filme. Isso de uma certa maneira é verdade considerando que é um filme de assalto, e por características associadas à história, linguagem e tropes acabam fazendo todos os exemplos desse subgênero serem figurativamente sobre o processo cinematográfico.

A diferença no caso de A Origem reside na inversão do ato fundamental do filme. Ao invés de roubar algo, uma ideia é implantada, e isso pode ser interpretado como…


Tom e Janet (Joel McHale e Kerry Bishé) são casados há 14 anos e ainda são felizes. Eles se amam, respeitam a opinião e espaço um do outro, se comunicam, se apoiam e transam que nem coelhos. Seus amigos casais — Val e Karen (Paul Scheer e Natalie Zea), Donald e Patricia (Jon Daly e Natalie Morales), e Carla e Maude (Shannon Woodward e Kirby Howell-Baptiste) — odeiam o quanto eles são apaixonados, a ponto de os desconvidarem de um fim de semana de casais planejado por não quererem ser sujeitos à perfeição deles. …


O filme mais recente de Chloé Zhao abre com um letreiro contando a história de uma cidade mineradora no Oeste americano que, impactada pela crise imobiliária de 2008, foi aos poucos sucumbindo, perdendo habitantes até o ponto de perder o status de cidade junto ao governo americano. Além de nos informar em qual época a história se passa, também somos confrontados com o tema principal da obra. Luto.

É um tanto estranho tentar escrever sobre aspectos técnicos — a colaboração visual entre Zhao e o fotógrafo Joshua James Richards captura a beleza natural das locações com o mesmo esplendor e…

Teatro Magnético

Críticas, artigos e pensamentos gerais sobre cinema, por Pedro Hollanda

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store